Fonte da Noticia

Fonte da Noticia
Navigation

Coreia do Norte diz que voos de bombardeiros dos EUA levam península para beira de guerra nuclear

Coreia do Norte diz que voos de bombardeiros dos EUA levam península para beira de guerra nuclear


Por Ju-min Park e Ben Blanchard
SEUL/PEQUIM (Reuters) - A Coreia do Norte acusou os Estados Unidos nesta terça-feira de levaram a península coreana para a beira de uma guerra nuclear depois que dois bombardeiros estratégicos norte-americanos realizaram exercícios de treinamento com as forças aéreas da Coreia do Sul e do Japão, em mais uma demonstração de força dos EUA na região.
As duas aeronaves supersônicas B-1B Lancer foram mobilizadas em meio à crescente tensão sobre o desenvolvimento dos programas nuclear e de míssil da Coreia do Norte em desafio a sanções da ONU e a pressão dos Estados Unidos.
O voo das duas aeronaves na segunda-feira veio enquanto o presidente norte-americano, Donald Trump, disse que ficaria "honrado" em encontrar o líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, nas circunstâncias corretas, e enquanto o diretor da CIA aterrissou na Coreia do Sul para conversas.
O porta-voz do Ministério da Defesa da Coreia do Sul, Moon Sang-gyun, disse em uma coletiva de imprensa em Seul que o exercício conjunto de segunda-feira foi conduzido para desencorajar provocações da Coreia do Norte.
A Coreia do Norte disse que as aeronaves conduziram um "exercício de lançamento de bomba nuclear contra objetos importantes" em seu território, em um momento em que Trump e "outros militaristas norte-americanos estão pedindo para fazer um ataque nuclear preventivo" na Coreia do Norte.
"A imprudente provocação militar está empurrando a situação da península coreana para a beira de uma guerra nuclear", informou a agência de notícias oficial da Coreia do Norte, KCNA, nesta terça-feira.
(Reportagem adicional de James Pearson em Seul e Ayesha Rascoe em Washington)





FONTE: https://br.noticias.yahoo.com/coreia-norte-diz-que-voos-bombardeiros-dos-eua-105324224.html






Share
Banner

Post A Comment:

0 comments: